Inspirações Quarto de Menino

Durante a nossa “mini reforma” eu pesquisei muitas decorações para quartos de menino. Não resisti e resolvi dividir com vocês!

Eu fiquei encantada com essa forma de organizar as bola!

Eu fiquei encantada com essa forma de organizar as bolas!

E esse aproveitamento de espaço? Adorei essa ideia!

               E esse aproveitamento de espaço? Adorei essa ideia!

E esse quarto lindo? Cada detalhe que encanta! 

Ideia super original para organização!

Esse cantinho foi meu preferido! Estou querendo fazer algo assim para o Davi! Amei!

    Esse cantinho foi meu preferido! Estou querendo fazer algo assim para o Davi! Amei!

Receita de “Pão de Queijo” – Sem Leite e Derivados!

IMG_20160820_183232583

Recentemente o Davi fez alguns exames de sangue e foi detectado que ele tem Alergia ao Leite de Vaca,um nível bem baixo mas tem. Sendo assim o pediatra pediu para tirar tudo da alimentação dele que tivesse leite e derivados. E assim a mamãe aqui esta inventando e buscando receitas para adaptar.

Esse fim de semana eu peguei uma receita de Pão de Queijo, fiz alguma substituições e deu super certo!!! Vou passar a receita que eu fiz,mas com algumas sugestões que eu acredito que poderia ficar ainda melhor!

INGREDIENTES

  • 750grs de Polvilho Salgado
  • 1 copo de água (150ml)
  • 1 copo de Leite Vegetal ( usei o de arroz caseiro )(150ml)
  • 1/2 xícara de óleo de girassol (pode ser usado outro,soja,milho,canola)
  • 2 ovos
  • 150grs de queijo ralado prato ou parmesão ( eu substitui pelo queijo prato da Superbom, que é feito sem nada de leite)
  • sal a gosto

Continue reading →

Decoração Festa Toy Story Aniversário em Casa!

Toy Story Party

Demorou mas saiu!!!! Sim, eu sei que esse post esta um pouquinho atraso, mas quando a gente depende da boa vontade da tecnologia (no caso fonte do notebook) a paciência é a maior virtude!

Mas posso dizer que,apesar da demora, esse post esta sendo pensado desde o dia do aniversário do Davi.

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que esse ano resolvemos não fazer uma festa em buffet para o Davi. O primeiro motivo que nos levou a isso foi que ,ao invés de gastar com a festa, queríamos viajar com ele. Mas nem sempre conseguimos fazer aquilo que planejamos né?! E justamente nesse mês tivemos que fazer uma mini reforma no apartamento( tema para outro post que já esta em andamento!) por conta de um vazamento e,como já teríamos que ficar fora do apartamento, resolvemos pintar. No fim o que era pra levar uma semana levou quase um mês e claro que gastamos muito mais do que imaginávamos. Sendo assim a viagem ficou para o próximo mês e como não queríamos deixar a data passar em branco resolvemos fazer um bolinho em casa mesmo;nesse caso na casa dos avós!

Foi tudo muito simples,mas feito com muito carinho para nosso príncipe!

Foto by Amor em Festa

              Foto by Amor em Festa

O tema que ele escolheu foi Toy Story, um dos desenhos que ele ama assistir! As cores foram escolhidas de acordo com o próprio desenho,no caso focamos no amarelo e azul.

Vista lateral da mesa do bolo

   Decoração feita por Amor em Festa

Toda a decoração foi montada e planejada pelo Amor em Festa, que se supera a cada ano e deixa a mamãe aqui cada vez mais apaixonada!

Detalhe das Tags personalizadas feitas pela Divertina

     Detalhe das Tags personalizadas feitas pela Divertina

Toda a parte de papelaria personalizada foi enviada pelo pessoal da Divertina . Tudo foi enviado em um box completo com tudo que eu precisava para fazer essa festinha.

Continue reading →

Adaptação Escolar – Desabafo

13781985_1762302054012081_821646163926249830_n

Falar que essa é uma fase tranquila é a pior mentira que poderíamos contar! Na verdade, essa foi uma fase tranquila, na primeira semana, onde tudo era novidade!

Agora, que a escola esta se tornando rotina, a bendita adaptação ficou mais complicada….Mas sabe o que deixa o meu coração menos aflito? Duas coisas:

  • Saber que esse é o primeiro passo da caminhada da vida do Davi e que ele precisa muito disso
  • Ter confianca na escola que escolhemos

Você ter a certeza que,apesar da adaptação não ser fácil, o seu filho sai da escolinha querendo voltar e extremamente feliz, é algo reconfortante.

E acima de tudo, conseguir ter um bom relacionamento com a escola. No nosso caso não temos absolutamente nada do que reclamar nesse sentindo…pelo menos nesse primeiro mês todos da escola foram muito atenciosos! Ligam para dizer que ele esta bem, mandam fotos, e conseguimos ter contato com eles sempre que precisamos.

Mais pra frente vou contar tudinho para vocês como esta sendo, mas hoje vim aqui colocar um desabafo que postei la no Instagram(@maetempointegral) sobre esse assunto…ainda não sei se a adaptacao esta sendo mais dificil para o Davi ou para nós!

“Dói… A dor da separação dói! Uma separação que vai durar somente algumas horas,mas dói. Dói te ver chorar dizendo que vai ficar com saudade…dói saber que,na sua cabecinha,você pode achar que estou te abandonando (mesmo dizendo todos os dias que isso jamais vai acontecer!). Dói imaginar a confusão que fica na sua cabecinha quando falo :” A mamãe já vem buscar você!”.
Foram praticamente três anos juntos, onde eramos eu e você, e agora somos eu ,você e o mundo que você esta começando a conquistar. No início achamos que estava tudo muito fácil, a tal da “adaptação escolar”. Mas ai você entendeu que isso agora é uma rotina e não ficou muito feliz. Quer dizer,você não gosta da dor da separação, mas ama se divertir e aprender. A dor que eu sinto se torna melhor pois sei que isso é o começo de muitas conquistas que você vai ter,que você já tem amiguinhos que sentem sua falta,que todas as professoras te chamam pelo nome e te tratam com muito carinho! E quando você chega em casa pedindo para voltar para a escolinha e dizendo que a sua professora é muito legal,o meu coração sente um alívio de que,apesar do sofrimento momentâneo, essa foi uma decisão certa que eu e o seu papai tomamos. Quando nos tornamos pais nos tornamos um muro de fortaleza por fora,mas por dentro nosso coração sofre junto com os filhos.
Meu menino,sua jornada esta apenas começando, não te prometo que será fácil, mas eu te PROMETO que sempre estarei ao seu lado! Que esse seja apenas o primeiro de muitos desafios que você vai vencer meu guerreiro! O seu caminho esta apenas começando..”

Carol Abreu

Síndrome da Mulher Perfeita

“Síndrome da Mulher Perfeita”…

Sabe aquela mulher perfeita? Que esta sempre arrumada,que leva os filhos na escola, ajuda no dever, cuida da casa, trabalha, arruma tempo para ir ao salão, sair com as amigas e dar atenção ao marido?! Fazendo tudo isso como se estivesse brincando e dando a impressão que é tudo muito fácil?!

Pois bem, acredito que toda mulher tem um pouco da “Mulher Maravilha” dentro de si.

Temos a sensação que devemos ser perfeitas em tudo, e depois que nos tornamos mães essa sensação só aumenta. Não importa se temos condições ou não, sempre queremos estar prontas para ajudar e cuidar de tudo e de todos. E quando não conseguimos nos sentimos um fracasso!

Estamos sempre preocupadas em satisfazer as necessidades de todos, queremos que tudo saia conforme o planejado e queremos abraçar o mundo para poder solucionar os problemas de quem amamos e às vezes até de desconhecidos.

Nos cobramos para ter uma casa sempre linda, cheirosa e organizada. Filhos sempre arrumados, comida sempre feita,,etc.

Acreditamos que temos superpoderes para dar conta de todas as situações. Temos a sensação que se abrirmos mão de algo será o início do caos, e a culpa será nossa.

Quando nos tornarmos mães acabamos deixando de lado um pouco o nosso lado mulher e assumimos essa posição de Super Mãe, onde nos entregamos totalmente aos filhos. Vamos aos poucos ( e muitas vezes sem perceber! ) nos colocando em último lugar. Estamos sempre preocupadas em cuidar dos filhos, do marido e da casa.

Essa cobrança por sermos mulheres perfeitas não acontece do dia para noite. Essa cobrança vem desde a infância e quando nos casamos e temos filhos aumenta. O medo do julgamento de outras pessoas,sejam quem forem, nos ronda constantemente. Muitas vezes temos a sensação de estar em um campo minado, onde qualquer passo em falso pode ser fatal.  Nos comparamos com aquelas mulheres que vemos que sempre dão conta de tudo e um pouco mais (principalmente nas redes sociais!) sem nunca se estressar e estando sempre perfeitas. Temos que ter muito cuidado com essas comparações pois não sabemos o que se passa(de verdade) na vida do outro.

Mas porque é tão difícil a gente entender que não precisamos e nem podemos ser perfeitas? Porque não podemos aceitar que vamos falhar muitas vezes? Porque não podemos falar não para outra pessoa mas podemos falar para nós mesmas? A minha resposta é simples, não sei….

Eu tenho vivido esse período na minha vida,durante 30 anos acreditei que deveria ser perfeita. A filha perfeita, amiga perfeita, esposa perfeita, profissional perfeita,mãe perfeita. O medo de magoar e decepcionar outras pessoas sempre fez com que eu falasse não para mim mesma muitas vezes. Sempre acreditei que deveria colocar sempre o outro em primeiro lugar. Sempre imaginei que se não desse conta da minha família eu seria um fracasso. Na verdade ainda me sinto assim, pois esse é um sentimento que não vai embora tão fácil. Na verdade não sei se um dia ele deixa de existir, mas hoje estou trabalhando para aprender a conviver com ele. Fácil não é. A cada dia temos uma luta diária, uma luta interna.

Esse sentimento de querer ser a heroína para tudo e todos nos cobra um preço alto.

Para mudar essa situação a primeira coisa a se fazer é tentar entender que não somos perfeitas, não somos a mulher maravilha, não temos superpoderes,não somos capazes de carregar o mundo nos nossos braços. Como eu disse, esse é um trabalho diário. Precisamos abrir mão das expectativas que outras pessoas depositam em nós, precisamos aceitar que muitas vezes vamos falhar, mas que isso não nos torna menos mãe, esposa, mulher,amiga,filha….

Somos seres humanos falhos, cheios de defeitos e que muitas vezes precisa de ajuda.

Não tenha medo de pedir ajuda, não se sinta fraca por isso! Pelo contrário, uma das maiores lições que podemos ensinar é que pedir ajuda é um ato de coragem!

Quando estamos felizes conosco mesmo todos a nossa volta sentem….Não tenha pressa! Um dia de cada vez! E não se esqueça que você não precisa ser perfeita para ser amada!

 

Carol Abreu