É Possível se Amar Depois da Maternidade ? 12


Eu nunca fui do tipo de mulher vaidosa e que se importava com moda e beleza. Na verdade continuo não sendo escrava da moda. Mas admito que depois que me tornei mãe me cuidar se tornou uma tarefa mais difícil ainda.
Temos a tendencia de acreditar que todos devem vir em primeiro lugar antes de nós, principalmente os filhos. Mas um dia conversando com um amigo ele me fez a seguinte pergunta:” Como você vai amar ao seu próximo como a você mesma se você não se colocar em primeiro e se amar?”
Demorei muito tempo para entender e aceitar que essa é uma verdade que devemos levar para a nossa vida,principalmente após a maternidade.
Eu nunca fui o tipo de menina magrinha, muito pelo contrário, minha luta contra a balança vem desde que me entendo por gente.Mas quando engravidei do Davi a situação desandou totalmente. No dia que cheguei na maternidade para o parto e a enfermeira me fez subir na balança eu queria fazer um buraco no chão para me enfiar dentro. Eu estava com exatos 116kgs!!!!
Eu nunca havia me permitido chegar nesse peso e confesso que levei um susto. Eu não estava preocupada com a parte estética somente,mas principalmente com a minha saúde.

225879 10200730606701909 834024808 n - É Possível se Amar Depois da Maternidade ?
Essa foto foi tirada no chá de bebê do Davi…aqui eu já estava com mais de 100Kgs

 

Depois que o Davi nasceu eu tinha esperança que eu começasse a voltar no meu peso com a ajuda da amamentação(eu não consegui amamentar),mas não foi o que aconteceu. Eu realmente comecei a emagrecer após o nascimento dele. Eu tomava muita água e tentava me alimentar corretamente.

No aniversário de 1 ano dele, em 2014, eu estava com 104Kgs. Foi então que procurei minha endocrinologista para retornar meu tratamento que já havia parado várias vezes.
O meu objetivo nunca foi ser uma pessoa magérrima, mesmo porque não tenho estrutura óssea para isso. Mas eu queria poder me olhar no espelho e me sentir bem com aquilo que eu estava vendo.
Nunca fui uma pessoa que ama praticar esportes,mas sempre amei nadar,tanto que antes de engravidar nadava por 1h  pelo menos 3 vezes por semana. Mas tenho que admitir que de Julho de 2014 até hoje  não tenho feito nenhuma atividade física com frequência, e isso é fundamental!
Eu sei que a atividade física não vai fazer bem somente para meu corpo,mas também para minha mente. E esse é meu projeto para esse ano. Sim, esse ano! Eu tenho como referencia o aniversário do Davi, pois foi a partir dai que eu percebi que realmente precisava mudar não somente por dentro,mas por fora também.
Hoje estou pesando 86kgs. Ainda quero perder pelo menos 15kgs até Julho de 2016. A caminhada vai ser longa e preciso mudar muito ainda.
leia mais 300x71 - É Possível se Amar Depois da Maternidade ?
A questão do meu peso sempre foi um empecilho para mim, pois eu nunca me aceitei assim. Sempre usei roupas largas e sempre vivi muito mal arrumada, confesso. Mas depois que comecei meu processo de reeducação verdadeiramente isso tem mudado.
Não vivo arrumada, de maquiagem,salto,etc,mesmo porque essa não seria eu, mas hoje eu gosto de ir em uma loja e saber que posso provar roupas menores, sinto vontade de sair mais arrumada, pelo menos passo um batom.
Para mim é muito difícil dividir tudo isso,mas eu sei que,da mesma maneira que eu passei por isso, tem muitas mamães ou gravidinhas que podem estar passando pela mesma situação.
As vezes pensamos que apos a maternidade não vamos ter tempo de mais nada. É verdade que precisamos aprender a administrar nosso tempo,mas também é verdade que apos a maternidade passamos a dar mais valor ao tempo e assim não deixamos que bobagens ocupem esse espaço!
Ir em um salão e tirar algumas horinhas para você não é bobagem! E se você não pode ir ao salão ou dar uma saída, tire um tempinho para você em casa mesmo. Tome um banho mais demorado, se permita deixar uma louça suja e gastar um tempinho cuidando de você!
page - É Possível se Amar Depois da Maternidade ?

 

Na foto da esquerda sou eu no aniversário de 1 ano do Davi e na da direita no de 2 anos . O meu rosto é a parte mais difícil para mim, pois sempre que vejo as fotos estou com o rosto muito cheio.
Mas eu sei que já estou mudando e quero continuar assim, não é fácil,mas vale muito a pena. Mas isso é assunto para outro post……
E nunca se esqueça que se amar não é egoismo, que você antes de se tornar mãe sempre foi uma mulher bonita e cheia de qualidades! O mais importante de tudo isso é que você ame o reflexo que vê  no espelho! O nosso exterior muitas vezes reflete aquilo que estamos sentindo ou até somos por dentro. Não estou pregando apologia a beleza e a magreza pois EU não sou assim. Mas sei o que é se olhar no espelho e não gostar daquilo que se vê. Sei o que é muitas vezes arrumar desculpas para não sair com os amigos pois você sente vergonha. Sei o que é querer se sentir mais bonita e achar que não consegue. Não importa o seu peso, altura, cor do cabelo,etc….o mais importante é que você simplesmente se ame! Isso faz toda diferença!

 

pinit fg en rect red 28 - É Possível se Amar Depois da Maternidade ?


12 pensamentos em “É Possível se Amar Depois da Maternidade ?

  • Lilian @maetambem

    É difícil noa colocar em primeiro lugar! Mas é preciso! Nossos filhos precisam disso!! Temos que dar seguranca e amor a eles, e eles aprendem conosco, com nosso exemplo!! Parabéns pela conquista!

  • Lilian @maetambem

    É difícil noa colocar em primeiro lugar! Mas é preciso! Nossos filhos precisam disso!! Temos que dar seguranca e amor a eles, e eles aprendem conosco, com nosso exemplo!! Parabéns pela conquista!

  • Baú de Menino

    Que lindo depoimento!
    Já falei e volto a repetir, é motivo de orgulho e também minha referência…
    Podemos e devemos nos cuidar, não apenas para nosso bem, mas de todos que nos amam, e principalmente de nossos filhos. Só podemos estar 100% para eles estando bem…
    Beijos e parabéns amiga!
    Camila
    http://www.baudemenino.com.br

  • J. Jayne Abreu Ribeiro

    Carol estou muito orgulhosa de você por mais um objetivo alcançado em sua vida. Sempre acreditei que você conseguiria realizar todos os planos que Deus colocou em suas mãos. Tenho certeza que no ano que vem estaremos lendo mais um depoimento como esse. Passo por passo. Um dia de cada vez! Este depoimento não só ajudará muitas mamães mas também mamães das mamães. Como eu por exemplo!
    Te amo e oro para que Deus continue te dando perseverança, discernimento, paciência, tolerância, amor; enfim os frutos do Espírito Santo, para que você vença todos os obstáculos juntamente com a família linda que Deus te deu.

  • Beatriz Borges

    Carol, como me vi no seu texto. Eu sempre fui gordinha, minhas batalhas com a balança são constantes, já fiz dietas malucas, dietas da moda, remédios milagrosos, consultas com nutricionistas, endócrinos, e eu fico oscilando. Após a gravidez, a qual engordei desmedidamente, nunca mais consegui perder peso ou encarar uma rotina de alimentação saudável e atividades físicas. Me transformei numa sedentária que ama comer e fazer pratos gostosos, mas que inseriu preocupação, pois no pós filhos a gente começa a ver a vida com outros olhos e quer oferecer refeições de qualidade para as crianças, o que ajuda a tentar mudar os hábitos. Mas por enquanto o lado gorda da força ainda me vence.

  • Beatriz Borges

    Carol, como me vi no seu texto. Eu sempre fui gordinha, minhas batalhas com a balança são constantes, já fiz dietas malucas, dietas da moda, remédios milagrosos, consultas com nutricionistas, endócrinos, e eu fico oscilando. Após a gravidez, a qual engordei desmedidamente, nunca mais consegui perder peso ou encarar uma rotina de alimentação saudável e atividades físicas. Me transformei numa sedentária que ama comer e fazer pratos gostosos, mas que inseriu preocupação, pois no pós filhos a gente começa a ver a vida com outros olhos e quer oferecer refeições de qualidade para as crianças, o que ajuda a tentar mudar os hábitos. Mas por enquanto o lado gorda da força ainda me vence.

  • Mamãe de Duas

    Verdade nos amar não é egoismo, temos que nos amar para amar ao próximo
    depois da maternidade confesso que não estou nada feliz com o corpo que estou
    estou bem acima do peso, e sem força de vontade para mudar, e é isso que preciso
    fazer mudar e já.
    Parabéns pelo texto, e por lutar pelo seu objetivo.
    bjs

  • Baú de Menino

    Precisamos estar bem para cuidarmos dos pequenos, e nos cuidar é o primeiro passo!
    Estou trabalha do isso em mim, e seu relato só me motiva mais e mais.
    Parabéns!
    Beijos,
    Camila

  • Carol Franco

    Owwww amiga, como te entendo! É muito difícil não colocarmos os filhotes em primeiro lugar! Mas é muito importante não esquecermos de nós, afinal, quem vai cuidar deles se não estivermos bem? Também estou tentando me cuidar mais, recuperar a boa forma (especialmente o fôlego para correr atrás dele), me alimentar melhor etc. Nos cuidando seremos exemplos para eles!
    Parabéns pela mudança e pela perseverança! Com certeza você é um exemplo pra mim e pra muitas outras mulheres!
    Xêru!
    Carol
    http://www.maedolar.blogspot.com

  • Viviane Dossi Petri

    Estava precisando ler sobre isso.
    E com certeza com força de vontade e mudança você conseguiu e irá conseguir perder os kilos que ainda quer. Já dá para ver uma grande mudança olhando a foto.
    E o mais importante como falou, precisamos nos cuidar e nos amar depois da maternidade, e nos sentir bem ao olhar no espelho.
    Eu comecei a mudança também e com força de vontade vou conseguir perder pelo menos 10 kilos que tanto quero, para ajudar nas dores da costas.
    Bjs
    Vivi

  • Anônimo

    Amiga, acredito que é possivel se amar sim, mas cada fase tem a sua forma de tratar esse assunto ne. Nos primeiros meses aqui foi de renuncia, mas mantendo os cuidados bem basicos né, e depois tudo vai se ajeitando, aos poucos, mas vai.
    Vamos que vamos no foco que nunca acaba. hahahaha
    bjs Lívia

  • Cris Philene Prosa de Mãe

    Oi querida, primeira vez no seu blog e me deparo com esse depoimento lindo que me motiva! Te digo uma coisa, estava assim vc relatou… me vi em suas palavras, tem um post no rascunho do meu blog que diz um pouco disso, mas ainda nçao consegui termina-lo pra publicar.
    Estamos juntas nesse processo de autoconhecimento, pq é diso que precisamos após a maternidade, pois nossos olhos são pra eles… e esquecemos de olhar pra nós mesmas.
    Força, bjss

Os comentários estão desativados.