Redução Mamária x Amamentação – Minha História


IMG 20150218 WA0003 1024x1024 - Redução Mamária x Amamentação - Minha História

Bom, esse é um assunto que pensei muito antes de postar aqui por ser muito pessoal. Porém durante esse tempo em que tenho o Instagram e o Blog percebi que ambos podem ajudar muitas mãe, assim como me ajudou e continua ajudando.
Eu sempre fui o tipo de pessoa considerada gordinha. Nunca fui do tipo com corpão e coisa e tal. Mas aos 16 anos o que  mais me incomodava  eram meus seios. E além da estética tinha o problema da coluna que estava sendo prejudicada. Se  eu não me engano na época eu usava numeração 52 ou 54. Consequentemente eu não era nada vaidosa ( tah, eu nunca fui vaidosa,  mas na época era menos ainda!). Nunca fui do tipo menininha,estava mais para moleca. Não somente pelo meu jeito,mas hoje acredito que era uma forma de me “esconder”. É claro que o preconceito sempre existiu. E conviver com isso nunca foi fácil. Eu sempre puder contar com meus pais e minha família e isso foi fundamental para mim. Foi então que consultamos um médico e foi decidido pela cirurgia.
Tudo particular , e aqui eu tenho que dizer que sem meus pais nada disso teria acontecido. Eu não sei o valor dessa cirurgia hoje,mas na época não foi barato.
Finalmente chegou o dia da cirurgia e,sinceramente, tudo que eu me lembro é que estava muito aciosa!
Sobre a cirurgia farei um post outro dia, pois hoje quero focar em como isso influenciou depois que engravidei.
Enfim, antes da cirurgia eu nem sequer cogitei nada com o médico no caso de quando eu engravidasse, mesmo porque isso nem passava pela minha cabeça naquele momento.
Os anos passaram, eu casei e finalmente engravidei.Na minha cabeça a cirurgia não iria afetar em nada na amamentação. E esse era um sonho que eu tinha.
No dia em que o Davi nasceu a felicidade foi extrema. Ele nasceu pela manhã e durante um bom tempo deixei ele no meu peito para tentar mamar.
Porém começamos a perceber que ele não estava conseguindo, as enfermeiras vinham ajudar e nada. Quando comecei a ouvir aquele chorinho de fome e eu sem leite…meu coração doeu de uma forma que não sei explicar,
Fomos para casa dos meus pais ,pois meu marido teria que voltar a trabalhar. O pediatra do hospital orientou a introdução do LA enquanto eu tentava dar o peito para o Davi. Eu fiz tudo que vocês podem imaginar e nada. Eu ficava tentando me conformar, Mas isso sempre me machucou e confesso que ainda machuca( bem menos!!! ). Acho que só me conformei o dia que o pediatra do Davi olhou para mim e disse: ” Carol,para com isso! O Davi esta mais saudável do que muito bebê que mama no peito! Isso não faz de você menos mãe!”.
Sim, isso não me tornou menos mãe! Se você me perguntar se, sabendo o que eu sei hoje, eu faria a cirurgia antes de engravidar eu sinceramente não saberia responder. Afinal se passaram 12 anos após a cirurgia! Sim, muitas mães que passaram pela mesma cirurgia que eu e tiveram filhos conseguiram amamentar.Durante muito tempo me perguntei porque eu não consegui e se a culpa não era minha. Mas isso depende muito de pessoa para pessoa.
Tudo o que eu posso dizer é que não realizei o sonho que eu tinha de amamentar o Davi, e ainda tive que ouvir de algumas pessoas que isso facilitava a minha vida( Oi?!?!?!?!? ). Mas isso não me impediu de viver intensamente a maternidade. Sim, o aleitamento materno é fundamental para as crianças e apoio totalmente o aleitamento em livre demanda. Mas,se por acaso você esta vivendo alguma situação em que não seja possível amamentar, não se sinta culpada. Posso dizer que durante o primeiro ano do Davi convivi com essa culpa e não me levou a nada. Você,assim como eu, não é ou será,menos mãe porque não amamenta.
Abaixo segue algumas informações sobre a cirurgia:

(Informações Retiradas do Site BabyCenter)

Possível problema após cirurgia de redução dos seios

A cirurgia para reduzir os seios pode danificar nervos e as glândulas e ductos produtores de leite, tornando a amamentação mais complicada. 

Vou conseguir amamentar mesmo depois de ter operado?

É bem possível que sim, se os mamilos e aréolas ainda estiverem presos ao tecido mamário por baixo. Caso os mamilos tenham sido removidos e depois recolocados nos seios reconstruídos, danos aos nervos (que estimulam a liberação dos hormônios necessários à produção do leite e sua descida), ductos e tecidos mamários poderão limitar o fluxo do leite e diminuir a sensibilidade na região dos mamilos. 


De modo geral, quanto mais tempo tiver passado da cirurgia, maior a possibilidade de você ter sensibilidade nos mamilos e aréola, e maior chances de produzir mais leite. 

Solução para tentar amamentar após redução de mamas

Você só saberá a extensão de qualquer dano aos nervos depois de tentar amamentar, portanto mãos à obra! Peça ajuda a seu ginecologista ou a um especialista em amamentação (muitas maternidades e hospitais contam com profissionais na área da enfermagem dos bebês). Há também equipes especializadas e treinadas para ajudar em bancos de leite. 


No terceiro dia pós-parto, depois das mamadas, tente tirar o leite por cinco minutos de cada lado. É provável que você vá precisar do auxílio de uma bombinha elétrica (um produto caro, mas que pode ser alugado em diversas partes do país) que funcione nos dois seios ao mesmo tempo, a fim de estimular o reflexo da descida do leite. Uma boa bombinha manual também pode ajudar. 


Não deixe de comentar com o pediatra do bebê sobre sua cirurgia, porque ele vai precisar monitorar mais atentamente o ganho de peso do seu filho, para ter certeza de que ele está bem alimentado


Se ainda não tem filhos e está pensando em fazer uma redução das mamas, veja se não dá para esperar e realizar a cirurgia quando tiver terminado de dar de mamar para seu último bebê. Caso não dê para aguardar, converse com o cirurgião plástico, porque ele pode tentar ajustar a técnica usada na operação para prejudicar o menos possível a amamentação. 

Tudo o que eu posso dizer para você é para pensarem com muito carinho em todas as opções e principalmente sigam o coração de vocês.

 Beijos

20140903 092715 - Redução Mamária x Amamentação - Minha História
Eu e meu pitoko!!! 

pinit fg en rect red 28 - Redução Mamária x Amamentação - Minha História